Escolha uma Página
As intervenções no estilo de vida fazem parte da terapia comportamental. Reduzir a ingestão de cafeína é um dos conselhos descritos em várias diretrizes. Como fisioterapeuta pélvica, observei resultados mistos de redução de cafeína em meus pacientes. Então, quando me deparei com esta revisão de escopo sobre ‘o que realmente sabemos sobre o papel da cafeína nos sintomas do trato urinário inferior’, esperava que isso pudesse me ajudar a explicar por que o conselho para parar de beber cafeína não tem um efeito positivo para todos os pacientes . A revisão do escopo que discutirei hoje se concentra nos sintomas de armazenamento ativo da bexiga: urgência, frequência, incontinência urinária de urgência e noctúria.
Uma revisão de escopo é um tipo de revisão que inclui todos os tipos de pesquisa, diferentemente de uma revisão sistemática que inclui, de preferência, apenas ensaios clínicos randomizados.

Os resultados são baseados em 26 estudos (14 de intervenção e 12 de observação) (diferentes delineamentos nos estudos de intervenção e de observação) .Há várias diferenças entre estudos como: população (masculino / feminino), sintomas e uso de instrumentos validados para medir LUTS, medição da ingestão de cafeína e também o efeito de pesquisa da redução de cafeína isoladamente de parte de uma intervenção e instrumentos de medição.

Resultados

Na tabela abaixo, você pode ler os principais resultados.

Conclusão dos autores

Os principais sintomas do trato urinário inferior que parecem ser influenciados pela cafeína são urgência (nível de evidência 2, recomendação de grau B) e enurese noturna (nível de evidência 4, recomendação de grau C). Mas devemos ter em mente que a pesquisa sobre enurese noturna ocorreu em uma população geriátrica. Então generalização é mais difícil. O efeito na urgência pode ser explicado pelas propriedades da cafeína (figura 1). Ainda há muito que precisa ser pesquisado; momento da ingestão e dosagem de cafeína.

Minha opinião pessoal

Ao aconselhar pacientes com sintomas do trato urinário inferior e especificamente com sintomas de armazenamento / bexiga hiperativa, devemos ter em mente que o efeito mais provável da cafeína está no sintoma de urgência.

Como amante de cafeína, estou ansiosa por pesquisas bem elaboradas sobre o efeito da cafeína nos sintomas do trato urinário inferior. Como os autores, tenho perguntas sobre, por exemplo; influência da quantidade de ingestão de cafeína (alguns tipos de café têm maior porcentagem de cafeína do que outros). No artigo original, há uma página inteira com sugestões que podem ajudar na pesquisa do planejamento.

 

 

Reference:

Le Berre M, Presse N, Morin M, Larouche M, Campeau L, Hu YX, Reid I, Dumoulin C. What do we really know about the role of caffeine on urinary tract symptoms? A scoping review on caffeine consumption and lower urinary tract symptoms in adults.

Neurourol Urodyn. 2020 Jun;39(5):1217-1233. doi: 10.1002/nau.24344. Epub 2020 Apr 9.

 

Share This